Voltando depois de 3,000 acessos!

Depois de cinco meses desde o meu último post, acá estou de volta na tentativa de terminar de atualizar e documentar todas as incríveis experiências que tive enquanto na Dinamarca, adotando o espírito de viajante. Do ano passado (a última chance que tive de postar algo) até agora, as coisas têm sido maravilhosamente corridas. Entre as comemorações de Natal e Ano Novo, ser abençoada com a oportunidade de visitar mais quatro países lindos, comemorar meu aniversário de 25 anos, chamar os EUA de casa durante dois meses, depois finalmente voltar para a terra pátria e retornar à faculdade, tive pouco tempo para atualizar meu blog. Para ser bem sincera, estava incerta se devia ou não dar continuidade a ele, sendo que meu ano de aventuras infelizmente se finalizou. Continue reading “Voltando depois de 3,000 acessos!”

Advertisements

Irlanda – O mais verde dos verdes

A Irlanda é um lugar com paisagens maravilhosas. Durante a minha Eurotrip de 2012, tive a oportunidade de passear nesse país incrível durante dois dias muito agitados. Apesar de muito curta e corrida, adorei a viagem.

A Carli, a Alexia, a Paige e eu chegamos a Dublin em torno de 9h30, podres da viagem de Londres e ansiosas para deitar e dormir um pouco. Pegamos um ônibus em frente ao Aeroporto e fomos direto ao nosso albergue. Ficamos no Four Courts Hostel, um albergue enorme, muito bem localizado, com recepção 24 horas, uma decoração muito divertida, camas super confortáveis e o café da manhã (apesar de meio pobrezinho) incluso. Por “apenas” 15 euros, ficamos em um quarto com 10 camas. Mas, por incrível que pareça, dormi feito um bebê nas duas noites. Tivemos muita sorte de compartilhar o quarto com pessoas bem tranquilas e, digamos assim, não-roncantes.

Continue reading “Irlanda – O mais verde dos verdes”

A primeira neve

Vi a neve pela primeira vez aos 3 anos de idade quando morava no Japão. Não me lembro de nada dessa época, mas pelas fotos que ficaram e pelo que a minha mãe me diz, eu adorei. Mais de 20 anos depois, vi a neve caindo mais uma vez, agora na Dinamarca, e me senti como uma criança novamente. Já havia visto a neve cair por alguns minutos nesses dias de frio intenso, mas hoje, pela primeira vez, nevou o suficiente para acumular um manto branco por tudo. Quando acordei hoje de manhã, abri a minha cortina para uma paisagem completamente diferente e fui lá fora correndo, cheia de felicidade. Lembrei de levar a minha máquina, e aqui está um pouco do que encontrei (para ver as fotos em tamanho maior, é só clicá-las):

Continue reading “A primeira neve”

Aarhus – Sendo a guia, não a turista

Depois de Copenhague e Malmo, a vinda para Aarhus não foi nada como eu havia planejado. A única chance que tive de ser guia durante a Eurotrip de julho de 2012, eu levei todo mundo na direção errada. Bem, a direção estava certa, só a distância que estava um pouco fora. Enfim, ser guia, ao invés de turista, foi uma experiência interessante. Mas, na próxima vez vou pesquisar um pouca mais antes da viagem.

Continue reading “Aarhus – Sendo a guia, não a turista”

Karneval em Aalborg

Este post está mais que atrasado, pois acabou ficando para depois e o depois demorou demais. Mas, antes tarde do que nunca, certo?

Bom, no último sábado de maio, meus queridos amigos Juan, Kimberly, Lucas, Sabrina e eu alugamos um carro e dirigimos duas horas até Aalborg, localizada ao norte de Aarhus.

A gente tinha ouvido falar de Karneval, um festival de uma semana, com desfiles, música e diversão. Aliás, o desfile de sábado é, supostamente, o maior desfile do norte da Europa. E acreditem, é incrível! Continue reading “Karneval em Aalborg”

Copenhague – Ainda mais linda no verão

Indo para Copenhague (København em dinamarquês), eu estava com grandes expectativas.  Estava encontrando duas amigas de infância, a Carli e a Paige. Estava animada para finalmente revê-las de novo  – depois de nos comunicar somente por email e Skype durante os últimos três anos – e ansiosa para a nossa Eurotrip de três semanas. Mas, Copenhague acabou superando todas as minhas expectativas. Eu não só estava reunida com duas amigas incríveis, como também estava com uma amiga nova, um host de CouchSurfing muito fofo, e além de tudo, um tempo muito gostoso.

Continue reading “Copenhague – Ainda mais linda no verão”

Malmö – Uma viagem de última hora

Antes de começar a minha Eurotrip de Julho, eu planejei tudo há mais de um mês antes da data de partida. Malmö foi uma história diferente.

Eu só resolvi ir para Malmö mais ou menos uma semana antes do início da viagem. Minha host family estava indo em um camping na última semana de junho, o que significava que eu teria 5 dias para passar como eu quisesse, e o que eu queria era dar uma adiantada na minha grande viagem. Como eu estava indo para Copenhague para encontrar alguns amigos em alguns dias, pesquisei cidades próximas a Copenhague que fossem interessantes para visitar e me deparei com a grande cidade de Malmö. Malmö é a terceira maior cidade da Suécia e é convenientemente localizada somente 30 km ao leste de Copenhague, o que quer dizer uma viagem de trem de 35 minutos entre uma cidade e outra. Perfeita para um inclusão de última hora ao meu itinerário. Continue reading “Malmö – Uma viagem de última hora”

Meio caminho andado

Hoje estou completando 6 meses aqui na Dinamarca, dá para acreditar? Estou muito grata pela experiência que tive até agora. Não tenho como descrever a alegria de realizar esse sonho de poder viajar e conhecer um pouco desse mundo, muito menos medir a importância desses últimos seis meses para a minha vida. Pude conhecer pessoas extraordinárias, lugares incríveis, me deparar com novos desafios e puder superá-los, e aprender muito sobre o mundo e sobre mim mesma. Alguns dias atrás, a minha host mom daqui me mostrou um texto muito interessante e que é muito fiel ao que estou sentindo, então aqui segue:

Morar fora de casa não é apenas aprender uma nova língua. Não é apenas caminhar por ruas diferentes ou conhecer pessoas e culturas diversificadas. Não é apenas o valor do dinheiro que muda. Continue reading “Meio caminho andado”