Voltando depois de 3,000 acessos!

Depois de cinco meses desde o meu último post, acá estou de volta na tentativa de terminar de atualizar e documentar todas as incríveis experiências que tive enquanto na Dinamarca, adotando o espírito de viajante. Do ano passado (a última chance que tive de postar algo) até agora, as coisas têm sido maravilhosamente corridas. Entre as comemorações de Natal e Ano Novo, ser abençoada com a oportunidade de visitar mais quatro países lindos, comemorar meu aniversário de 25 anos, chamar os EUA de casa durante dois meses, depois finalmente voltar para a terra pátria e retornar à faculdade, tive pouco tempo para atualizar meu blog. Para ser bem sincera, estava incerta se devia ou não dar continuidade a ele, sendo que meu ano de aventuras infelizmente se finalizou. Mas, após uma verificação do blog e ver que desde o último post ele teve mais de 1.200 acessos novos, chegando a um pouco mais de 3.000, não pude ignorar meu singelo projeto. Para muitos, ter 1.200 acessos é algo de se orgulhar caso isso aconteça em um dia, mas para mim, em cinco meses sem sequer um novo post, receber 1.200 acessos é justamente o empurrão que precisava para continuar escrevendo aqui, mesmo que seja somente para poder voltar daqui cinco ou dez anos e ler o blog relembrando essas aventuras como se elas tivessem ocorrido ontem. Me sinto como se tivesse voltado de um intervalo de um ano da “vida real”, e tanto mudou dentro de mim que seria legal colocar tudo isso no papel, ou no caso, no blog. Os desafios, as vitórias, as amizades e as pedras no caminho, certamente valem serem registradas, então considere  isso uma introdução do que está para vir.

Por hoje, só vou dizer que estar de volta ao Brasil tem sido maravilhoso, revigorante, emocionante e até assustador, tudo ao mesmo tempo. Estar de volta nos braços da minha família linda, do meus amigo incríveis, falar e escutar português, comer comidas deliciosas e brincar com o meu cachorrinho fofo têm sido ótimo. Porém, continuo ouvindo o zunido daquele bicho que pica todos os amantes de viagem e já comecei a sentir falta de conhecer gente e lugares novos (isso é possível em uma cidade de 1,8 milhões de pessoas?) O que me assusta, é não saber se, quando ou como continuarei investindo em meu novo amor, mas o tempo certamente me ajudará a descobrir isso.

churrasco
Churrasco delicioso no dia que voltei ao Brasil. Rodeada de primos lindos, com o meu irmãozinho bonitão na frente e meu tio maluco no fundo dando uma de penetra na foto.
Quando você está longe por um ano, irmãos mais novos tiram a carteira de motorista. Indo dar uma volta com o melhor e mais novo motorista.
Quando você está longe por um ano, irmãos mais novos tiram a carteira de motorista… Indo dar uma volta com o melhor e mais novo motorista.
Depois de voltar com um pé virado (esse história merece seu próprio post), consegui o melhor companheiro para passar o tempo e esperar o inchaço baixar e as coisas sararem.
Depois de voltar com um pé virado (esse história merece seu próprio post), consegui o melhor companheiro para passar o tempo e esperar o inchaço baixar e as coisas sararem.

Em breve: aventuras em Paris em julho/2012 e, se tudo der certo, mais uns vinte posts.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s