Como fazer um ótimo perfil de CouchSurfing

Ao longo dos últimos meses, viajar tornou-se uma grande parte da minha vida. Enquanto estou morando aqui na Dinamarca, estou tendo a sorte de por essa minha paixão em prática. Uma das coisas que tem me auxiliado nessa jornada é o CouchSurfing. Tenho usado a comunidade para conhecer pessoas daqui de Aarhus e para ficar na casa de pessoas quando viajo, até agora já surfei um total de 7 vezes em seis cidades diferentes! Agora, não estou dizendo que sou especialista nesse negócio de CouchSurfing, mas sou uma entusiasta (já postei sobre essa comunidade virtual antes, aqui e aqui) e tenho um pouco de experiência que acredito que possa ajudar aqueles que estão apenas começando. Então, aqui seguem algumas dicas para criar um perfil de CouchSurfing que irá fazer as pessoas quererem conhecê-lo e aceitar o seu pedido para ser hospedado ou para algum passeio:

1. Preencha TUDO

A primeira coisa que você precisa saber sobre o CouchSurfing, é que não é como aqueles outros sites de rede social (como o Facebook) onde você se conecta com pessoas que você já conhece. O CouchSurfing é um site que você usa para conhecer as pessoas, seja na sua comunidade ou quando você estiver viajando, e deve ser considerado como tal. A única forma de um estranho total poder conhecer você o suficiente para decidir se ele vai ou não deixá-lo entrar na casa dele é você preenchendo todos os espaços que o site fornece. Sim, todos. Confie em mim. Alguns hosts nem sequer olham duas vezes para um perfil que não está cheio de informações pessoais, pois se você não é capaz de aplicar um pouco de esforço no seu perfil, que tipo de esforço você fará para conhecê-los?

2. Seja honesto e específico

Se você adora festa, coloque isso no seu perfil. Se você odeia cozinhar, coloque isso no seu perfil. Se você é fumante, coloque isso no seu perfil. Se você odeia gatos, coloque isso… Você entendeu a ideia. Você quer ter informações verdadeiras no seu perfil, não o que você imagina que as pessoas queiram ouvir. Se você não for honesto no seu perfil, você pode decepcionar o seu host ou descobrir que você não tem muito em comum com ele e não vai poder aproveitar essa experiência ao máximo. Se você gosta de filmes, dê alguns exemplos de filmes que você curte, se você gosta de esportes, de novo, dê exemplos. Se for vago demais, as pessoas não conseguirão ter uma ideia de quem você é.

3. Fotos, fotos, fotos

De novo, já que isso não é Facebook, esqueça a ideia de colocar um pássaro ou um famoso como a sua foto de perfil. Escolha uma foto que dê para ver bem o seu rosto, de preferência com um sorriso. Coloque mais algumas fotos, talvez viajando, talvez com amigos, fazendo um hobby, ou indo para um dos seus lugares prediletos na sua cidade. Você quer que a suas fotos mostrem alguma coisa sobre você, se você gosta de festejar, curtir o ar livre ou uma noite tranquila em casa, cuide para que as suas fotos mostrem isso. E cuide para que elas sejam consistentes com as informações do seu perfil. Procure ter pelo menos 5 fotos, mas quanto mais, melhor. Ah, e meninas, a não ser que você queira que o seu host fique dando em cima de você, não coloque fotos reveladoras ou sexy, elas passam a mensagem errada.

4. Referências/Adicionar amigos

Agora, eu sei que isto está ficando um pouco repetitivo, mas o CouchSurfing NÃO é Facebook. Não adicione todas as pessoas por quem você já passou ou pra quem você já disse oi. Você não precisa de 658 amigos. Somente adicione as pessoas que você realmente considera amigos e as quais você teria algo a dizer sobre. O CouchSurfing é baseado em reputação, então você quer construir uma boa. A primeira coisa que a maioria das pessoas verifica no seu perfil (depois das fotos) é que tipo de referências que você tem, se são positivas/negativas/neutras, quantas são e a sua lista de amigos. Se alguém tem 50 amigos, mas só 3 referências, ficará claro que você está adicionando pessoas que você não conhece de verdade, e não é isso que você quer. Tenha certeza de que quando adicionar alguém você também dá uma referência, assim você provavelmente receberá uma de volta. Quando escrever referências, diga algumas coisas que você gosta da pessoa, descreva ela um pouco. A chance é que você receberá uma de volta que faz o mesmo. Agora o seu futuro host ou surfer pode ler esta parte do seu perfil e ter uma ideia melhor sobre o que esperar quando conhecê-lo.

5. Envolva-se

Não se preocupe se no começo você tem zero referências. Se você tem amigos que já estão no CouchSurfing adicione eles e dê referência a eles, é provável que eles escrevam uma para você de volta. Porém, se nenhum de seus amigos ainda é um membro, você pode facilmente se conectar com as pessoas ao seu redor. Muitas cidades têm encontros ou eventos semanais e é muito fácil se envolver. Você pode descobrir sobre esses eventos entrando em grupos da sua cidade ou fazendo uma busca por atividades na sua região. O CouchSurfing é sobre conhecer pessoas novas e a troca de culturas, então conhecer pessoas na sua região é muito fácil, basta você tentar. Se não houver atividades na sua cidade, monte uma você mesmo. Você também pode procurar membros e convidá-los para um café, um piquenique ou para sair à noite, você que sabe! Assim que você começar a conhecer pessoas e ir a eventos, não vai querer parar.

6. Sem couch? Sem problema!

Muitas pessoas têm a impressão errada de que para ser hospedado você precisa ser um host. Na verdade, muitas pessoas usam o CouchSurfing só para hospedar ou só para surfar. Quando você preencher o seu perfil, você pode escolher o status do seu couch, para “Sim”, o que quer dizer que o seu sofá está disponível, mas você não é obrigado a aceitar todos os pedidos, “Talvez”, “No momento, não (mas estou disponível para passeios)” ou “Viajando”. Se você não pode hospedar ninguém por falta de tempo ou espaço, acrescente isso às Informações sobre o sofá. Seu futuro host vai querer saber que você não está na comunidade só para economizar em gastos de viagem, mas que você abraça as ideias por traz do CouchSurfing, então mantenha-se aberto para comunicação. Ofereça dar dicas para quem precisar, ou para tomar uma cerveja ou passear em um parque. Mas, certifique-se de que o que você estiver oferecendo seja algo que você está disposto a fazer. Se você não tem tempo para nada, diga isso no seu perfil, e quando as coisas mudarem, lembre-se de mudar o status do seu couch também.

7. Inglês

Para poder tirar o maior proveito do seu perfil, você deve escrevê-lo em inglês. Assim, você conseguirá se comunicar com o maior número de pessoas possível. Se o inglês não é a língua oficial do seu país e você não tem planos para viajar para o exterior, então não se preocupe, a sua primeira língua está bem. Mas, se você gostaria de viajar para outros países, use o inglês. Isso facilita muito a comunicação. Ah, e verifique a sua ortografia, ler um perfil cheio de erros nunca é agradável.

Algumas das melhores pessoas que você irá conhecer serão do CouchSurfing, seja durante as suas viagens ou na sua comunidade. Então, procure usar um pouco de esforço e criar um perfil que irá chamar a atenção delas. Mas, divirta-se no processo. Seja criativo, use o seu senso de humor. E quando você for mudando e as suas preferências e a sua visão sobre a vida mudar, não se esqueça de mudar o seu perfil também. Ah, e aqui está um link do meu perfil, caso você precise de um pouco de inspiração: http://www.couchsurfing.org/people/andreabruningbeltrao/

Happy CouchSurfing!

Advertisements

2 thoughts on “Como fazer um ótimo perfil de CouchSurfing

  1. falei que deveria escrever um livro sobre suas experiências, já tem o embrião, daí poderá derivar para o contato com pessoas, conhecer lugares, etc…

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s